WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe está aqui para responder às suas dúvidas.
Seja bem vindo (a)
porque as empresas quebram

POR QUE AS EMPRESAS QUEBRAM? 4 SITUAÇÕES FATAIS

Por que as empresas quebram?

Não é fácil tocar um negócio, afinal, são tantas áreas e detalhes a serem administrados, que mesmo os gestores mais comprometidos podem descuidar de algo e terminar por quebrar a empresa, logo, é preciso manter-se alerta. 

Experiente e há anos no segmento de contabilidade, a Gaffa contabilidade auxilia e já auxiliou centenas de empresas a se organizar, muitas delas com problemas que quase fizeram com que suas portas (sejam físicas sejam virtuais) baixassem. 

Com base nessa expertise, seus profissionais separaram as dicas valiosas reunidas neste artigo, afinal, mesmo com tantos desafios a serem enfrentados pelos empresários, quatro situações são extremamente problemáticas e podem quebrar a empresa de modo irremediável. 

As 4 situações de que podem quebrar a empresa

De acordo com dados divulgados pela revista Valor, cerca de uma em cada cinco empresas brasileiras fecham as portas com menos de um ano de funcionamento. 

Já os dados da Demografia das Empresas e Estatísticas de Empreendedorismo mostram que seis em cada dez empresas duram menos de dez anos no mercado. 

As causas para o fechamento dos negócios são várias, porém 4 delas são as mais observadas: 

1. Falta de planejamento nas áreas comercial e financeira

A falta de planejamento é um problema que atinge empresas de todos os portes e em qualquer um de seus estágios, porém é visivelmente mais constante naquelas que estão começando agora e, em especial, as de pequeno e médio porte. 

Isso, porque nessas empresas o capital de giro ainda é baixo e é comum que grandes somas tenham sido investidas para abrir as portas do empreendimento. Ademais, sabe-se que uma empresa só vai começar a dar lucros reais cerca de dois anos depois de inaugurada. 

Todos esses fatores devem ser considerados no que tange o planejamento nas áreas comercial e financeira. Lucros iniciais e pró-labore, por exemplo, devem ser divididos de maneira inteligente, o mesmo vale para a soma que será injetada para aprimorar os negócios; 

2. Má gestão empresarial

Uma gestão empresarial mal feita deve-se a diferentes fatores, como a ausência de informações corretas do andamento do serviços em cada departamento, a contratação equivocada de profissionais em quantidade maior ou menor do que a necessária, a definição de preços dos produtos ou serviços sem dados suficientes e atualizados,  a falta de experiência e ausência de profissionais qualificados para ocupar cargos voltados à organização fiscal e financeira dos negócios, como contadores.

Por isso é essencial ter uma boa equipe de profissionais. O problema é que nem todas as empresas têm capital para admitir seu próprio time contábil e aí entra a possibilidade de contar com os profissionais da Gaffa, que podem oferecer esse serviço de maneira contínua ou pontual.

Esses são alguns fatores que prejudicam a gestão do negócio e trazem transtornos diários ao gestor e podem impactar na saúde financeira da empresa; 

3. Processos

Ser alvo de processos é extremamente oneroso para empresa, mesmo que ela saia vitoriosa deles. Por quê?

Porque mesmo ganhando uma causa, é preciso arcar com gastos de honorários pagos a advogados, obtenção de documentos, idas a audiências e assim por diante.

O cenário piora se as causas forem perdidas, pois aí é preciso pagar taxas, multas, indenizações. Vale lembrar que muitos processos podem ser evitados com uma boa organização contábil para que não haja atrasos e omissões no pagamento de tributos, direitos trabalhistas, contas com fornecedores etc.; 

4. Fluxo de caixa mal administrado

O fluxo de caixa nada mais é do que o controle dos valores que entram e que saem da empresa, por isso, é necessário ter cuidado na hora de fazê-lo para não se esquecer de relacionar todos os débitos e saldos da empresa. 

Um fluxo de caixa mal administrado pode quebrar a empresa rapidamente, pois se ela está sempre no vermelho, haverá momentos em que os valores devidos não serão pagos, o que acarretará processos, obstáculos no planejamento e efeitos negativos à gestão. 

Auxílio rápido e profissional

Como vimos, a organização das informações, planejamento e a gestão administrativa e financeira são bases importantes para manter um negócio em crescimento.

Por esse motivo, as empresas com visão de futuro sabem que uma assessoria contábil é importante para auxiliar na tomada de decisões.  Muitas vezes, o empreendedor se vê sozinho no meio de informações desencontradas e/ou não conhece adequadamente as leis e burocracias envolvidas na administração da empresa, nesse momento ter o auxílio rápido e profissional traz segurança e tranquilidade.

Os profissionais da Gaffa Contabilidade são especialistas em contabilidade empresarial e numa rápida auditoria podem apontar os locais que mais precisam de sua atenção. 

Está na hora de mudar a forma como é feita gestão da empresa?

Conte com nossa parceria, entre em contato clicando aqui.

Scroll to top